Acesso aos ingressos no mercado primário

Falta de transparência no mercado primário

O real problema ao enfrentar a indústria de ingressos é a falta de transparência no mercado primário. Fãs merecem saber quantas entradas estão disponíveis para venda nos eventos. Os mercados de compra e venda levam a culpa quando os ingressos esgotam rapidamente, mas a realidade é que só uma pequena fração é disponibilizada no StubHub. A disponibilidade de ingressos é decidida principalmente pelos promoters e distribuidores de ingresso, não por plataformas de venda como o StubHub.

Nós acreditamos que os fãs merecem saber quantos ingressos são disponibilizados para a venda e quantos são retidos pelos membros internos da indústria, patrocinadores, parceiros e outros VIPs. Nós apoiamos a transparência no mercado secundário, desde que garantido que essa transparência não seja utilizada para dificultar a revenda através de cancelamentos de ingressos e negativação ou exclusão dos vendedores secundários. Contudo, não há requerimentos de transparência para os organizadores de eventos. StubHub convoca os tomadores de decisão a exigir que os organizadores divulguem a quantidade de ingressos disponíveis para venda e garantam um mínimo de 70% de ingressos disponíveis para os fãs.

Mau uso de bots

O mau uso de programas de computador (bots) para comprar mais ingressos que os permitidos pelo organizador do evento apresenta uma vantagem injusta na hora de garantir a entrega das entradas ao comprador comum. Stubhub tem apoiado, e continuará a apoiar, firmemente leis que proíbam o mau uso de bots.

Vários locais - incluindo o Reino Unido e os Estados Unidos em nível federal e estadual - aprovaram leis que tornam o uso de bots ilegal. Nós encorajamos outros governos a fazer o mesmo e também aos emissores de ingressos para que invistam em tecnologias que impeçam mau uso de bots e para que reportem às autoridades competentes quaisquer ataques.